apresentação


testo de bom dia


" Não quero ser na tua vida o início do fim, nem o fim de um começo, mas o início de um começo sem fim."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Cantinho Poético

sábado, 18 de agosto de 2012

0

O QUE É MORRER?

 
O QUE É MORRER?
 
Morrer é ver truncados os sonhos,
não os deixar fluir, condená-los ao abandono,
é querermos ser diferentes do que somos,
carcereiros do que seremos e do que fomos aferrando grades pelo corpo inteiro,
afastando o amor, quiçá verdadeiro...
 
Viver uma vida de ilusão,
querer dizer sim quando se diz não,
privar-nos de fantasias, indiferentes à poesia,
reprimir os sentimentos, dar vazão aos lamentos,
negar um gesto de carinho, sentir a solidão,
mesmo não estando sozinho.
 
Ser sombra que assombra ou mal assombrada,
ser sapo ou bruxa, nem príncipe ou fada
e no fundo sentir que não é nada...
 
Enfim, morrer é desconhecer o prazer de envelhecer
sem ter envelhecido,
de se apaixonar, embora não correspondido,
de pular o muro e se deparar com o desconhecido.
 
Carmen Lúcia
0

Eu Teria...

 
Eu Teria...
 
Eu teria te amado por todas as noites...
Eu teria velado seu sono...
Eu teria te beijado por um dia inteiro...
Eu teria te dado colo em todos momentos tristes...
Eu teria te esquentado todas as madrugadas frias...
Eu teria envelhecido com você...
Eu teria te abraçado e te dito que te amo
por cada segundo que eu vivesse...
 
Teria te amado ate o amanhecer de cada dia...
Eu teria vivido sempre ao seu lado,
escutando cada batimento do seu coração,
cada suspirar seu...
Eu seria feliz em ter você como meu respirar,
como minha vida, como meu futuro,
como pai dos meus filhos...
Você foi meu sonho, meu ar, você foi minha vida...
 
Autor Desconhecido

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

2

"VIAGEM DENTRO DE TI"



"VIAGEM DENTRO DE TI" 
 
Faltam-te pés para viajar? 
Viaje dentro de ti mesmo, 
E reflete, como a mina de rubis 
Os raios de sol para fora de ti 
As jornadas trazem Amor 
e poder de volta para você. 
Se você não pode ir a lugar algum 
Mova-se nos caminhos do self. 
Eles são como raios de luz, 
Sempre mudando, e você muda 
Quando os explora. 
Uma viagem como essa 
Pode transmutar teu pó em ouro puro. 

 Poemas de Rumi