apresentação


testo de bom dia


" Não quero ser na tua vida o início do fim, nem o fim de um começo, mas o início de um começo sem fim."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Cantinho Poético

domingo, 13 de setembro de 2015

0

Sempre te Amei


Sempre te Amei 

 Não sei a cor de teus olhos 
 Não conheço teu sorriso 
 Nem sei a cor de tua pele... 
 Mas ninguém te conhece como eu! 
 Apesar de não sentir teu cheiro 
 Nem o gosto de teus beijos 
 Ninguém sabe melhor o que se passa em teu coração... 
 Sempre te amei, sempre te amarei! 
 Há algo mais em você que me fascina 
 Que me faz sentir sua falta a cada momento de minha vida... 
 Nunca te vi, 
 Nem pela fresta da porta 
 Nem caminhando na tua praia 
 Mas meu coração te sente sempre presente... 
 Tua voz rouca e sexy, eu conheço 
 Os teus dengos, tuas fraquezas, 
 A forma como me trata em nossos momentos... 
 Gostaria de um dia te ver e te tocar 
 Você sempre será a minha preferida 
 A mulher de meus sonhos 
 O amor de minha vida.... 


 Eduardo Baqueiro

sábado, 12 de setembro de 2015

0

Decepção



Decepção

 Lutei contra tudo e contra todos! 
 Perdi amigos e briguei com minha família 
 Somente pra ser teu... 
 Não me importei com nada, além do amor que sentia por você 
 Me fiz teu anjo, tua menina e tua prostituta 
 Vivi somente pra você e para o nosso amor 
 Nunca pensei na possibilidade de um dia vê-lo indo embora 
 Jamais pensei que teria, um dia, que prosseguir sem você 
 Nosso amor era uma loucura que me dominou 
 Sentia você preso a este amor assim como eu 
 Estávamos atados um ao outro 
 Meu destino seria sempre ser tua 
 Mas, chegou aquele dia... 
 Você entrou no nosso quarto com aquela expressão diferente 
 Não disse nada 
 E eu compreendi! 
 Meu mundo caiu 
 Minha vida acabou naquela hora 
 A morte seria um presente bom naquele instante 
 Pedi, implorei, chorei, cheguei até a rezar... 
 Mas não adiantou 
 Senti teu coração distante, frio 
 E descobri que tinha outra morando nele. 
 Destruí todo meu mundo para ser somente tua 
 Não ouvi conselhos, tornei-me cega e surda 
 Briguei, lutei e consegui ficar isolada do mundo 
 somente para me encontrar nos seus braços... 
 E, hoje, me encontro só neste quarto, que só traz lembranças suas... 
 Cinzas de uma história que acabou cedo demais: 
 A história de minha vida! 
 Me sinto perdida dentro de mim mesma... 
 O que farei agora ? 
 Não foi isso que planejamos... 
 Não estava escrito que seria assim! 
 Hoje eu me torno uma folha seca tentando aprender 
a caminhar novamente sem você... 

 Eduardo Baqueiro
0

Te amar



Te amar 

 Hoje tive a certeza que não previa, 
 Não acreditei que pudesse acontecer, 
 O amor mais uma vez floresceu... 
 Senti tua falta! 
 Desejo de sentir o toque de suas mãos 
 Percorrendo meu corpo, 
 Sentir o calor de teus beijos, 
 Sentir-me vivo... 
 Sentir o calor de teu corpo colado ao meu, 
 Viver as melhores emoções 
 Com você ao meu lado! 
 Sentir você... 
 Amar, sentindo esta loucura de você, 
 Minhas mãos à procura das suas, 
 Desejando... Neste momento... 
 Sentir seu amor! 
 Alimentar-me deste amor... 
 Minha vida está em suas mãos, 
 Me sinto tão frágil e feliz! Sinto medo...
 Mas o amor que sinto por você 
 É maior que meus medos 
 E não quero me importar... 
 Quero somente te amar, 
 Sentir você 

 Eduardo Baqueiro
0

Ciúmes




Ciúmes 
 Quantas amizades e quantos amores são destruídos por esta erva daninha. 
 Algumas pessoas dizem que quem não sente ciúmes não ama.
 Mas quem sente ciúmes 
 Será que ama ou é apenas um egoísta? 
 Amor e egoísmo: onde termina um, onde começa o outro? 
 Há minha amiga, perdi tua amizade 
 Perdi porque sou um tolo 
 Não aceito você amando outro homem 
 Por isto me isolo com meu egoísmo 
 E sou obrigado a digerir este fel que me consome a alma... 
 Quão tolo sou em desprezar-te 
 Não mereço tua amizade... 
 Você é uma menina linda 
 E eu te amo tanto... 
 Talvez você nunca saiba è uma outra tolice minha 
 Me afastei de ti e tu não sabes porque 
 Sei que assim não te ganharei o amor 
 Tampouco o respeito que amigos tem um pelo outro 
 Perdoe-me amiga, por ser tão tolo 
 E não te confessar o porque deste meu isolamento. 
 Quisera eu te falar das verdades que passam em meu coração. 
 Quisera eu te aceitar somente como minha amiga... 
 Mas não é tão fácil assim. 
 Sei que sou tolo ao me isolar de você. 
 Sei que me afastando de você Não terei mais seu carinho 
 Sentirei saudades tuas 
 E espero aprender com esta minha tolice, 
 Espero um dia que possa me compreender 
 e possa perdoar este tolo que te ama tanto. 

 Eduardo Baqueiro

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

2

A UM AUSENTE



A UM AUSENTE

 Tenho razão de sentir saudade, tenho razão de te acusar. 
Houve um pacto implícito que rompeste 
e sem te despedires foste embora. 
Detonaste o pacto. 
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência de viver 
e explorar os rumos de obscuridade sem prazo 
sem consulta sem provocação 
até o limite das folhas caídas na hora de cair. 
 Antecipaste a hora. 
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas. 
Que poderias ter feito de mais grave do que o ato sem continuação, 
o ato em si, o ato que não ousamos nem sabemos ousar 
porque depois dele não há nada? 
 Tenho razão para sentir saudade de ti, 
de nossa convivência em falas camaradas, 
simples apertar de mãos, nem isso,
 voz modulando sílabas conhecidas e banais 
que eram sempre certeza e segurança. 
 Sim, tenho saudades. 
Sim, acuso-te porque fizeste o não previsto 
nas leis da amizade e da natureza 
nem nos deixaste sequer o direito 
de indagar porque o fizeste, 
porque te foste

 Carlos Drummond de Andrade
2

SAUDADES



SAUDADES

 Que saudades! 
Como pode alguém sentir saudades do que nunca houve? 
Como pode alguém sentir saudades do que nem viveu? 
É como estou hoje, 
Com saudades! 
Morrendo de saudades dos sonhos que criei,
 Chorando de saudades das horas que imaginei, 
Das histórias que sonhei. 
Hoje estou assim, 
Querendo que o tempo vá para onde eu quero, 
Para onde ele nunca esteve. 
Mas a saudade é tanta que me paralisa, 
É muita saudade 
E nem aconteceu 
E nada eu vivi. 
Como se pode sentir saudades de uma época que não existiu? 
De fantasias e de promessas que nunca se concretizaram? 
Por que sentir saudades de um futuro inventado 
quando há um presente imenso para se viver? 
Mas não se manda no coração. 
O coração é pretensioso e quase sempre faz o que quer, 
A razão até tenta dominar, 
Mas raramente consegue. 
E por causa do coração a gente faz um monte de besteira 
E fica esperando, esperando… 
Esperando que tudo volte a ser como antigamente… 
Ou pior, 
Que tudo seja como criamos em nossos sonhos mais recorrentes. 

 Germana Facundo

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

0

Enquanto Você Dormia


Enquanto Você Dormia

 Enquanto você dormia o teu sono me pus a velar 
Debuxando delicadas estrelas 
Com as centelhas de um raio de luar 
Para enfeitar os teus sonhos 
Que o silêncio da noite embalava 
Com uma canção de amor pra te ninar 
Tentando desfazer a turbulência do que te fazia triste 
 E que o meu carinho tentava curar. 
Mas, quando tudo passar, 
De bem com a vida sei que vamos estar 
E em oceano tranquilo 
 Nossa nau vai poder navegar 
Soprada por ventos domados 
Que a um porto seguro vai nos levar 
E sem medrar, ao teu lado estarei 
Apagando as querelas que nos fazem chorar 
Desenhando o alvorecer 
 O mais lindo que puder ser 
Para mim e para você 
E o resto não importará. 

 ( Inez Resende)
0

ACALANTO


ACALANTO 

 Acalenta-me com teu carinho 
Afaste as barreiras para a felicidade passar 
Faça ressurgir a vontade de sorrir 
E eclipsar-se a vontade de chorar 
Robusteça minha alegria 
Devolva-me a vontade de sonhar
 Nas manhãs esperançosas de primavera 
Com seus flamboyants a florear 
Perfumando a bruma matutina 
Que se descortina 
 Para ver o sol despertar Inspirando os segredos de amor 
Que você há de me contar 
E mesmo que sejam falazes 
Eu não vou me importar 
Quero é viajar na ilusão 
Feito mariposas e pirilampos bailando no ar 
Arrulhando uma canção eterna 
Dessas que mexem com a emoção da gente 
E ficam como um cata-vento de lembranças a girar 
Dia após dia 
Num tempo eterno 
Até o mundo acabar. 

 Inez Resende
0

QUANDO VOCÊ ME CHAMAR



QUANDO VOCÊ ME CHAMAR 

 Quando a tempestade passar 
E você me chamar 
Ao teu encontro irei 
Cavalgando em um raio de luar 
E te tocarei suavemente 
Imitando a bruma da noite acariciando o mar 
E viveremos um amor indulgente 
Que à palavra transcende 
 E só os sentidos podem explicar 
Então teremos dias de alegria 
 De uma alegria sem par
 Daqueles que fazem morrer as querelas 
E sumirem os motivos para chorar 
Aí, dos espasmos da dor, resgatarei um sorriso 
E, com ele, uma aquarela me porei a pintar 
E pintarei dias de alegres primaveras 
De flamboyants amarelos a florar 
Debuxando magia 
E fazendo o tempo se negar a passar 
Para não quebrar o encanto 
 Que faz um ao outro se completar
 Dando-nos a certeza de que longe um do outro não viveremos 
E que juntos estaremos 
Até o céu nos chamar. 

 Inez Resende
0

Destinada..


Destinada.. 

 O destino te trouxe pra mim 
Como a maré traz uma concha do mar 
Como a onda quebra na praia 
Você quebrou em mim. 
 Não há mais o que fazer 
Estava escrito você me encontrar 
Eu te amava antes de nascer 
E mesmo depois de morrer ainda vou amar. 
 Tudo que existe no mundo de bom 
Tudo o que te faz sorrir
 Me faz ser música e tom 
 Faz a nossa melodia existir. 
 Se tudo era pra ser assim 
 Se tudo sempre é igual 
Não acredito nessa história de fim 
Pra sempre é pra sempre e ponto final. 

 [Mariana Siqueira]