apresentação


testo de bom dia


" Não quero ser na tua vida o início do fim, nem o fim de um começo, mas o início de um começo sem fim."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Cantinho Poético

segunda-feira, 13 de março de 2017

0

A Rainha - Pablo Neruda


Foto com animação

A Rainha - Pablo Neruda

Nomeei-te rainha.
Há maiores do que tu, maiores.
Há mais puras do que tu, mais puras.
Há mais belas do que tu, há mais belas.

Mas tu és a rainha.

Quando andas pelas ruas
ninguém te reconhece.
Ninguém vê a tua coroa de cristal, ninguém olha
a passadeira de ouro vermelho
que pisas quando passas,
a passadeira que não existe.

E quando surges
todos os rios se ouvem
no meu corpo,
sinos fazem estremecer o céu,
enche-se o mundo com um hino.

Só tu e eu,
só tu e eu, meu amor,
o ouvimos.


Pablo Neruda, in "Poemas de Amor de Pablo Neruda"
0

O riso - Vinícius de Moraes

Foto com animação

O riso - Vinícius de Moraes

Aquele riso foi o canto célebre
Da primeira estrela, em vão.
Milagre de primavera intacta
No sepulcro de neve
Rosa aberta ao vento, breve
Muito breve...

Não, aquele riso foi o canto célebre
Alta melodia imóvel
Gorjeio de fonte núbil
Apenas brotada, na treva...
Fonte de lábios (hora
Extremamente mágica do silêncio das aves).

Oh, música entre pétalas
Não afugentes meu amor!
Mistério maior é o sono
Se de súbito não se ouve o riso na noite.


Vinícius de Moraes
0

Soneto da saudade - Guimarães Rosa


Foto com animação

Soneto da saudade - Guimarães Rosa

Quando sentires a saudade retroar
Fecha os teus olhos e verás o meu sorriso.
E ternamente te direi a sussurrar:
O nosso amor a cada instante está mais vivo!

Quem sabe ainda vibrará em teus ouvidos
Uma voz macia a recitar muitos poemas...
E a te expressar que este amor em nós ungindo
Suportará toda distância sem problemas...

Quiçá, teus lábios sentirão um beijo leve
Como uma pluma a flutuar por sobre a neve,
Como uma gota de orvalho indo ao chão.
Lembrar-te-ás toda ternura que expressamos,
Sempre que juntos, a emoção que partilhamos...
Nem a distância apaga a chama da paixão.


Guimarães Rosa
0

Sementes de Felicidade - Adote o Amor

Foto com animação

Sementes de Felicidade - Adote o Amor

O amor é tudo, é o divino poder dos corações humanos.

Você já viu alguma coisa valiosa construída pelo ódio?

Enquanto o amor ajunta, levanta, edifica, finaliza, conserva, embeleza, o ódio desune, destrói, enfeia.

Reúna o amor que pode dar e empregue-o no que deseja, faz, observa, põe à mão, começa e termina.

Quando uma dificuldade surgir, examine-a pelo lado do amor e procure os meios de solucioná-la, amando.

O amor que você dá é alimento para o seu espírito e paz no seu coração.

Livro  : Sementes de Felicidade


Autor : Lourival Lopes